Sobre a AME JARDINS

Os Jardins têm uma história a preservar. São anos de luta de seus moradores para manter o conceito centenário de bairro-jardim implantado pela Cia. City. Mas, hoje em dia, vivem as ameaças do crescimento urbano, que podem comprometer a qualidade de vida nesta região.

A falta de segurança, o trânsito devastador e as ocupações irregulares são apenas alguns dos pontos que afetam a qualidade de vida de quem mora nos Jardins. Foi pensando em mudar esse quadro que nasceu, em 2005, ainda como movimento de moradores, a AME JARDINS, constituindo-se oficialmente, em 2007, uma associação de direito privado, apartidária, apolítica e sem fins lucrativos que visa a defender, unir e tomar iniciativas sintonizadas com a coletividade dos moradores da região dos Jardins América, Europa, Paulista e Paulistano.

Em seu curto período de existência, a AME JARDINS tornou-se uma referência e obteve conquistas importantes nas áreas de segurança pública, uso e ocupação do solo e zeladoria urbana. Para continuar esse trabalho, sempre melhor, o apoio de cada morador é imprescindível.

O que fazemos

Conheça-nos

Presidente: Marcos Arbaitman
Vice-Presidente: Fernando José da Costa
Diretor-Executivo: João C. Maradei Jr.
Conselho AME JARDINS:
Carlos Jereissati Filho
Daniel Feffer
Fabio Ermírio de Moraes
Fabio Penteado de Ulhôa Rodrigues
Felipe Monteiro de Barros Whitaker
Gustavo Jobim
Hélio Seibel
Jean-Marc Etlin
João Paulo Diniz
Jorge Eduardo Prada Levy
Jorge Yunes
José Marcelo Braga Nascimento
Julio Serson
Luiz Lara
Marcelo Cunha
Raul Doria
Ricardo Jaime Behar
Uri Eric Arazi
Washington Umberto Cinel

Conhecer como a AME JARDINS foi instituída e quais suas ações prioritárias como representante dos moradores dos Jardins América, Europa, Paulista e Paulistano. Estes são alguns pontos que você encontra no Estatuto da entidade, registrado no 1º Ofício de Registro Civil de Pessoas Jurídicas de São Paulo.

Estatuto

A principal fonte de receita da AME JARDINS é a contribuição mensal dos seus associados. Para o conselho AME JARDINS, nada mais importante que a transparência. Você encontrará neste espaço o registro atualizado da origem e o destino dos recursos.

Balanço 2016

Área de atuação